No mês passado a Luciana Ulrich e eu ministramos um curso de consultoria de imagem pessoal e profissional em Angola. Foi uma experiência tão enriquecedora que decidi deixar registrada aqui no blog para poder reler quando der saudade!

Fomos para Luanda em parceria com a BBS- Brazilian Business School sediada na cidade. Nós montamos um treinamento customizado para as alunas da escola e acabamos nos apaixonando! Percebemos que, independente da localização, nós mulheres sofremos com as mesmas cobranças: queremos ser ótimas mães, profissionais, esposas, amigas e estarmos sempre lindas… ufa!

Foi uma grande alegria podermos compartilhar nosso conhecimento e incentivá-las a dedicar esse tempo para se preocuparem com elas mesmas, com o que elas sonham, com o planejamento de onde cada uma quer chegar. Sem contar o privilégio de ver a Lu fazendo a análise de coloração pessoal de cada aluna, lá elas não tem receio de usarem cores, então foi uma festa! Fiquei impressionada com os estudos e materiais que a Lu desenvolveu sobre testes em peles negras, uma grande aula para mim!

Outro momento que aprendi MUITO foi na preparação do material de estilos, que é meu assunto favorito e que tenho me aprofundado nos últimos meses. Vocês podem imaginar que o que chamamos de estilo criativo aqui não impressiona as angolanas, elas sabem misturar vários tons vibrantes e estampas de grande escala com maestria! O dress code lá é mais clássico, as influências de moda vêm muito de Portugal, enfim, pesquisamos bastante as adaptações de estilo e isso certamente ampliou nosso repertório!

Aproveitamos a viagem para conhecermos duas das 15 Top Voices do LinkedIn em Angola: a artesã Márcia Ferrão, que faz colares de tecidos africanos lindos e a querida Eva Santos, que nos deu conselhos preciosos sobre o mercado de trabalho em Luanda. Depois tivemos um café da manhã com a Mell Chaves, que apresenta o “Esquadrão da Moda” de lá e já foi editora da Revista Chocolate! O papo rendeu tanto que ela acabou fazendo o curso de coloração pessoal e a análise de cores, autografou nossas revistas, foram encontros muito produtivos! 🙂

Ah, e já que estávamos lá separamos um tempo para conhecemos o trabalho autoral de marcas como a Fiu Negru, Nadir Tati e  visitamos a loja e atelier da Oluchi (sim compramos umas coisinhas!). Tudo isso em apenas 8 dias!

Uma vez me disseram que “a vida é um livro e quem não viaja lê apenas a primeira página”. Sou grata pelas pessoas que conheci nessa página em Angola, pela BBS por viabilizar esse projeto, nossas alunas por terem confiado em nosso trabalho e a todos que nos incentivaram quando estávamos ansiosas antes de nossa partida. E muito, muito obrigada Lu, por dividir essa experiência comigo, você LITERALMENTE trouxe cores para minha vida, quanto mais tempo eu passo com você mais eu te admiro! Que venham as próximas páginas!