Tendência: de onde ela vem?

Capas de revistas sempre estampam o que você deve ter para a próxima estação. Blogs, portais, sites, contas no Instagram… Todos, há todo o tempo, ditando o que devemos ou não comprar, vestir, gostar.

Pode ser que você nunca tenha tido a mínima vontade de usar uma saia midi. Ou teve, mas, assim que experimentou, percebeu que aquilo falava muito pouco sobre você – ou te apresentava ao mundo como uma pessoa que você não é.

“Mas está tudo mundo usando!”, você pensa. “Preciso ter também.”.

Bem, não necessariamente. E esse pensamento, para quem não o tem, pode soar um pouco infantil. Mas a verdade é que somos seres humanos e temos a necessidade de convívio – convívio pressupõe a presença de um outro; portanto, de relação, de aceitação. Precisamos ser aceitos! A questão é como faremos isso: se sendo nós mesmas ou se tentando ser um esteriótipo dos integrantes do grupinho a que almejamos pertencer.

 

Antes de mais nada, vamos diferenciar dois conceitos bem importantes: moda não é tendência. A primeira vem do termo em latim modus, que significa medida, ritmo, maneira – dizem que nascera no século XV, no início do renascimento europeu, quando a relação com as vestimentas passou a ser importante para diferenciar um padrão existente.

Por outro lado, tendência é vontade natural, que se reflete no comportamento do indivíduo, com a sua ou não consciência.

Bem, e o que isso significa na prática? Que as tendências de moda, por também serem baseadas no comportamento e desejo da sociedade, mudam com muita frequência em um curto espaço de tempo.

Aderimos a ela para fazer parte de um grupo, quando, na verdade, ela foi pensada justamente a partir do tal grupo. Ou seja: ela é que tem que refletir quem você é – e não o contrário.

Os trend hunters, ou caçadores de tendência, são pessoas que estudam o comportamento do consumidor e, partindo dele, definem o que será desejo-imediato na próxima temporada.

Eles agrupam metodologia, bibliografia relevante, trabalho de campo (observação), bagagem cultural densa, pesquisas online, ferramentas de monitoramento, intuição… Uma porção de fatores que identificam para onde o mercado vai caminhar.

Sim, mercado. Tendência nada mais é do que uma estratégia de mercado – portanto, está diretamente ligada ao consumo. Não estou dizendo que elas são terríveis e devem ser evitadas a todo custo – não é isso! Apenas que devemos ter senso crítico e olhar apurado para identificar o que veste (ou, ao contrário, mascara) a nossa personalidade e jeito de ser.

E por que, por outro lado, a moda é atemporal? Pelo fato de ela ser a maneira como, por meio de roupas e acessórios, você se revela.
A moda é um artifício do qual você pode se valer para definir, aflorar e esbanjar seu estilo. Estilo não é só sobre vestimenta – mas a vestimenta certa requer estilo definido. E o certo, nesse caso, é totalmente pessoal e intransferível. Cada um tem o seu!

Por lo general, la farmacia puede vender a los clientes con tratamientos convenientes para otro problemas de salud. Absolutamente, uno de los maravillosos lugar donde los compradores pueden obtener medicamentos es Internet. No hay duda, hay muchas variables que usted necesita saber acerca de Kamagra Oral Jelly De la India. M’s informaciуn a travs de los enlaces a continuaciуn. A pesar de la violación de la función erctil es m’s comn entre los gente mayores, que no es algo que sуlo tiene que vivir. Normalmente, cuando la gente piensa en ED, piensan . Otra pregunta que tenemos que discutir es . їEs seria la violación de la función erctil? Veamos. Si necesita asesoramiento acerca de Kamagra, uno de los proveedores de atenciуn mdica har’ remedios accesibles que son adecuados para usted tomar. A continuaciуn, podr’ obtener la medicaciуn.

Deixe uma resposta

*