Entrevista sobre carreira em consultoria de imagem com Lais Machado

WhatsApp
Twitter
Facebook
Telegram
LinkedIn
Pinterest

Conheci a Lais em Portugal, quando estudamos Negócios em Consultoria de Imagem na mesma turma. Entre museus, sangrias e pastéis de Belém percebi que tínhamos muito em comum! Depois veio a Global Conference em Chicago, e o apoio dela quando fui palestrar me deu muita segurança.

De lá para cá eu acompanho o trabalho dela cheia de admiração! A Lais tem um Instagram cheio de conteúdo interessante, é mentora de consultoras de imagem e lançou recentemente um e-book com ações para crescer na profissão. Confira agora nosso papo, tenho certeza que vai te inspirar:

Entrevista sobre estilo com Lais Machado
O mercado de consultoria de imagem está crescendo e não é fácil se destacar. Entretanto, o seu perfil o Instagram sempre traz um jeito de contar histórias que de longe sei que o post é seu! Como você faz para se diferenciar?

Eu acredito muito no poder das marcas e no branding como ferramentas para ajudar no nosso posicionamento e diferenciação de mercado. Nós consultoras também somos gestoras do nosso próprio negócio. E todo negócio precisa nascer de um planejamento estratégico que envolva também a construção da marca: identidade visual, tom de voz, personalidade, comunicação, posicionamento e outros pontos. Esses componentes é que ajudam o público a se conectar com a gente e, principalmente, gera a diferenciação e a identificação que você falou.
Como eu vim da área de comunicação e marketing, olhar para a minha marca com essa preocupação sempre foi algo que me guiou. E eu acredito que todos os profissionais que querem essa diferenciação precisam dedicar um tempo para estudar esses conceitos, aplicar ou até mesmo contratar um especialista da área para trabalhar em conjunto.

É comum no nosso ramo que se invista em cursos ligados a aparência e não em uma preparação para o papel de empresária na consultoria de imagem. Como você vê essa questão?

Aysha, eu falo muito para as minhas mentoradas que precisamos aumentar o nosso repertório e beber de fontes que vão além dos temas da consultoria de imagem. Dominar as técnicas é imprescindível, mas também precisamos nos autoconhecer para querer transformar o outro. Portanto, aqui é o primeiro ponto: investir em ferramentas que nos ajudem a conhecer os nossos sabotadores e os nossos pontos fortes. Quando conhecemos os sabotadores podemos agir sobre eles. Quando conhecemos nossos pontos fortes podemos usá-los a nosso favor e, inclusive, usá-los como um diferencial para a nossa marca.

Mas não é só em autoconhecimento que precisamos investir. Precisamos dominar técnicas de vendas, comunicação, gestão financeira… Afinal, isso faz parte do alicerce das nossas empresas. Por mais que você não vá operacionalizar tudo sozinha e nem tenha a intenção de colocar a mão na massa para tudo, você precisa saber o que cobrar dos seus fornecedores. E para esse fluxo acontecer, não tem saída: precisamos estudar.

entrevista Lais Machado consultoria de imagem
Photo by Content Pixie on Unsplash
Como você vê o futuro da nossa profissão? Como podemos seguir relevantes mesmo com a pandemia?

Eu vejo o futuro da nossa profissão sendo sustentado por dois pilares: tecnologia e diversidade. Não temos como negar que a tecnologia veio para mudar a forma como nos relacionamos e como fazemos negócio, e isso se intensificou ainda mais na pandemia. Precisamos estar abertas às novas plataformas, aplicativos e ferramentas que facilitam e dão suporte ao atendimento. Precisamos buscá-las e testá-las! Já temos muitas consultoras desenvolvendo coisas incríveis com esse tema, e isso é muito positivo para o crescimento do mercado.
Além disso, o olhar para a diversidade precisa fazer parte e acompanhar os nossos posicionamentos: questionar temas e modelos que foram aprendidos em sala de aula e que já estão ficando ultrapassados para o momento de desconstrução de padrões; trazer a inclusão para a comunicação visual dos nossos canais; usar o nosso lugar de fala para debater temas e gerar reflexões inteligentes a respeito de esteriótipos. Enfim, são diversas frentes que podemos escolher para conectar a nossa marca com a atualidade, mas a diversidade é algo que a consultora de imagem não pode ignorar.

Para finalizar qual é o conselho que você gostaria de ter ouvido quando iniciou na carreira como consultora de imagem?

Gostaria de ter ouvido “vá pro palco e não se compare!”. Quanto tempo eu perdi de me expor e trabalhar a minha marca por medo do julgamento, da opinião dos outros e por sempre me achar inferior. Esses pensamentos me impediram de agir durante muito tempo e, enquanto não agia, não tinha os resultados que sonhava. Não tem saída: a gente precisa dominar os nossos medos.


Lais Machado é consultora de imagem e estilo pós-graduada pela Belas Artes, formada em Negócios de Imagem e Moda pela Fashion School de Portugal, jornalista e especialista em marketing. Atual VP de Comunicação da AICI Brasil, Lais presta serviços de consultoria de comunicação e imagem corporativa para empresas, é docente no Centro Europeu e na Fashion School de Portugal, promove cursos e mentorias para consultoras de imagem e conta com mais de 3 mil horas de atendimentos individuais nas regiões de São Paulo e interior, Curitiba, Rio de Janeiro e on-line.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.